Loading...

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Juízes de Israel by Prof. Mauro de Souza

LIVRO DOS JUÍZES

Prof. Mauro de Souza
Escritor/Filósofo

Quando estudamos o Livro dos Juízes temos uma certeza: Deus nunca abandona o seu Povo!

INTRODUÇÃO
A História Bíblica nos revela que existe um espaço temporal da morte de Josué (Js 24.29) até o primeiro rei de Israel, Saul que é de aproximadamente 460 anos. Período esse que atuaram os Juízes (os 12, ressalva para Abimeleque; ainda alguns ponderam que os profetas Samuel e Eli foram Juízes, então totalizariam 15).

1. Autoria
Existem muitas conjecturas sobre o escritor do Livro dos Juízes, alguns estudiosos atribuem ao profeta Samuel, tendo por base o texto de 1Samuel 10.25 - "Declarou Samuel ao povo o direito do reino, escreveu-o num livro [grifo nosso] e o pôs perante o Senhor. Então, despediu Samuel todo o povo, cada um para sua casa". Se a autor principal não for Samuel, ao menos parte do texto pode ser a ele atribuida.


2. Data da escrita
Provavelmente entre os anos de 1050 e 1000 a.C.


3. Contexto Histórico
Nos primeiros capítulos é explicitado que o povo deixo de servir ao Senhor e começaram a idolatria com Astarote (ou Astarte, deusa fenícia da fertilidade, da guerra, da lua, da sexualidade - inclusive Salomão prestou culto a essa deusa - 1Rs 11.5). O Senhor Deus entregou o povo nas mãos do inimigo e ao render-se aos pés do Deus de Israel, o Senhor teve misericórdia e levantou homens e mulheres para libertá-los da opressão.


4. Função dos Juízes
Cada homem e mulher levantados para ser Juiz, era capacitado pelo Senhor com a unção de poder. Ao libertar o povo sua função era mostrar que o Deus de Israel é o Único Senhor. Assim, eles governavam o povo e os julgavam segundo a Lei de Moisés, mas não criavam nova leis.

5. Lista dos nomes dos Juízes

O PRIMEIRO JÚIZ
Opressor de Israel: Mesopotâmia
Rei da Mesopotâmia: Cuchã-Risataim
Datas aproximadas a.C.: 1377-1337
Tribo: Judá
O primeiro juiz foi Otniel (Juízes 3:8). Os filhos de Israel clamaram e Deus levantou Otniel, o qual através do Espírito Santo e livrou Israel das mãos dos seus inimigos. Foi sobrinho de Calebe. Seu tempo de Juiz foi de 40 anos.

O SEGUNDO JUÍZ
Opressor de Israel: Moabitas
Rei dos Moabitas: Eglom
Datas aproximadas a.C.: 1319-1239
Tribo: Benjamim

O segundo juiz foi Eúde, o benjamita canhoto. Assassinou o rei "super gordo" de Moabe (Juízes 3:15-30). Seu tempo de Juiz foi de 80 anos.

O TERCEIRO JUÍZ
Opressor de Israel: Filisteus
Rei dos Filisteus: não descrito
Datas aproximadas a.C.: 1377-1337
Tribo: não descrita.
O terceiro juiz foi Sangar, que assassinou 600 filisteus com uma aguilhada de bois (Juízes 3:31). Seu tempo de Juiz não está descrito.

O QUARTO JUÍZ
Opressor de Israel: Cananeus.
Rei dos Cananeus: Jabim
Datas aproximadas a.C.: 1239-1199
Tribo: Efraim
O quarto juiz foi Débora (Juízes 4:1-5:31). Durante seu tempo, Israel foi vendido por Deus às mãos de Jabim, rei de Canaã. Seu capitão foi Sísera e, o de Débora, Baraque. Débora e Baraque não apenas tiveram a vitória pela mão de Deus, mas Sísera foi assassinado por uma mulher chamada Jael, que impeliu uma estaca de tenda através de sua cabeça enquanto ele dormia. Seu tempo de Juiz foi de 40 anos.

O QUINTO JUÍZ
Opressor de Israel: Midianitas.
Rei dos Midianitas: Orebe, Zebe, Seba, Salmuna.
Datas aproximadas a.C.: 1192-1152.
Tribo: Manassés.
O quinto juiz foi Gideão (Juízes 6,7 e 8.35). Foi o homem que obteve um sinal de Deus por meio de um velo de lã e que, pela ordem de Deus, reduziu seu exército de 32000 para 300 e, então, derrotou Midiã. Seu tempo de juiz foi de 40 anos.

O SEXTO JUÍZ
Opressor de Israel: Guerra Civil de Abimeleque.
Datas aproximadas a.C.: 1149-1126
Tribo: Issacar
Tolá foi o sexto juiz de Israel (Juízes 10.1-2). Seu tempo de juiz foi de 23 anos.


O SÉTIMO JUÍZ
Opressor de Israel: Guerra Civil de Abimeleque.
Datas aproximadas a.C.: 1126-1104.
Tribo: Gileade.
Jair foi o sétimo juiz de Israel (Juízes 10.3-6). Seu tempo de juiz foi de 22 anos.

O OITAVO JUÍZ
Opressor de Israel: Amonitas
Rei dos Amonitas: não consta
Datas aproximadas a.C.:1186-1080
Tribo: Gileade.
Jefté foi o oitavo juiz em Israel (Juízes 11.1-40). Foi o homem que jurou um voto precipitado a Deus pelo qual ofereceu sua filha como oferenda queimada. Aqui, vemos a idolatria da região misturada ao serviço a Deus. Seu tempo de juiz foi de 6 anos.

O NONO JUÍZ
Opressor de Israel: Amonitas
Rei dos Amonitas: não consta
Datas aproximadas a.C.:1080-1072
Tribo: Judá
Ibsã foi o nono juiz em Israel (Juíz 12.8-10). Seu tempo de juiz foi de 8 anos.

O DÉCIMO JUÍZ
Opressor de Israel: Amonitas
Rei dos Amonitas: não consta
Datas aproximadas a.C.:1072-1062
Tribo: Zebulom.
Elom foi o décimo juiz em Israel (Juízes 12.11-12). Seu tempo de juiz foi de 10 anos.

O DÉCIMO PRIMEIRO JUIZ
Opressor de Israel: Amonitas
Rei dos Amonitas: não consta
Datas aproximadas a.C.:1062-1055
Tribo: Efraim.
Abdom foi o décimo primeiro juiz em Israel (Juízes 12.13-15). Seu tempo de juiz foi de 7 anos.

O DÉCIMO SEGUNDO JUÍZ
Opressor de Israel: Filisteus
Rei dos Amonitas: não consta
Datas aproximadas a.C.:1075-1055
Tribo: Dã
Sansão foi o décimo segundo juiz em Israel (Juízes 13.2-16.31). Sansão é conhecido por sua incrível força. Não há dúvida de que as bravuras pessoais de Sansão superam todos os outros juízes, entretanto, ele nunca viveu próximo de Deus. O Espírito de Deus era seu poder, mas a sua concupiscência era seu “senhor”. Por causa disso, Deus libertou Israel por ele, mas ele morreu como um prisioneiro sob as mãos dos filisteus. Seu tempo de juiz foi de 20 anos.

O DÉCIMO TERCEIRO JUÍZ
Sobre Abimeleque, colocamos essa menção sobre ele, ao final, como um décimo terceiro juiz, por uma questão didática. Foi Abimeleque, filho de Gideão (Juízes 9). Matou todos os seus irmãos. Foi um homem perverso que teria sido morto por uma mulher, se não tivesse invocado sua própria morte.

CONSIDERAÇÕES FINAIS


Ao ler o livro dos Juízes temos a certeza que Deus levanta homens e mulheres, libertadores para levar o seu povo eleito a superar a apostasia e os maus caminhos. Todos os Juízes foram crentes escolhidos pelo Senhor para cumprir uma missão em momentos de dificuldade. Opressores se levantaram contra os escolhidos de Deus, mas os Juízes julgaram a causa dos israelitas e realizaram em meio às suas próprias limitações o desígnio de Deus.

 Romper a comunhão com o Senhor e praticar a idolatria é algo abominavél aos olhos de Deus, por isso, vinha a opressão sobre o povo.

Deus é o juiz (Sl 75.7) é Ele quem liberta os seus eleitos de toda forma de opressão e injustiça, mas aprouve o Senhor, que na plenitude dos tempos enviasse o seu Filho, Jesus, o Cristo, o libertador. A Teologia da Libertação deu ênfase a essa dimensão de Jesus, O LIBERTADOR.

Igualmente, a pessoa do Espírito Santo está presente no Livro dos Juízes quando Deus levanta homens e mulheres simples, agricultor, lavrador, são poderosamente capacitados para agir em Nome do Senhor. O mérito dos Juízes foram aceitar a ação do Espírito Santo para vencer os inimigos.


BIBLIOGRAFIA

WALTON, John H. O Antigo Testamento em quadros: conheça melhor o Antigo Testamento por meio de tabelas e diagramas cronológicos e explicativos. Tradução de William Lacy Lane. São Paulo: Editora Vida, 2001.

SCHWANTES, Milton. Breve história de Israel. São Leopoldo: Oikos, 2008.

SCHULTZ, Samuel J. A história de Israel no Antigo Testamento. Tradução João Marques Bentes. São Paulo:Vida Nova, 1995.

PINHEIRO, Jorge. História e religião de Israel: origens e crise do pensamento judaico. São Paulo: Editora Vida, 2007.

ARCHER JR, Gleason L. Merece confiança o Antigo Testamento? Tradução Gordon Chown, São Paulo: Edições Vida Nova, 1998.




Prof. Mauro de Souza - escritor e filósofo. Taubaté/São Paulo/Brasil.



Nenhum comentário:

Postar um comentário